17 January 2008

Is Love enough?....


Estes ultimos dias tenho estado num ponto em que ja nao sei para onde me virar...

A minha cabeca gira, gira, gira e de tanto girar fica tonta, sem solucao para o problema...

Preciso de acreditar que as coisas vao correr bem, mas se o principal agente nao conseguir acreditar, parece-me que eu sozinha nao conseguirei fazer muito...

Sinto que ando a percorrer um longo caminho, chamado Amor e que cheguei a um ponto onde o caminho se divide em 2 estradas distintas. Uma delas a poucos metros dai acaba, a outra apesar de muitas curvas nao lhe consigo ver o fim... Qual deles escolher??

Sendo eu uma lutadora, claro que escolho aquele que nao tem fim, apesar das curvas e dos obstaculos que de certeza vao aparecer.

Mas ha quem prefira a forma mais simples, isto e aquela que vai dar menos trabalho, aquela que logo, logo vai chegar ao fim...

So nos resta esperar que a pessoa que nos escolhermos para percorrer a estrada, escolha o mesmo caminho que nos e prefira o trabalhoso, mas gratificante em vez do facil e que nunca levara a lado nenhum na nossa vida...
Is love enough for you?.....
Sera que o Amor chega numa relacao? Na minha opiniao, o Amor por si so, numa relacao de longa duracao nunca chega, e preciso muito mais para fazer uma relacao funcionar.
Claro que nunca estaria numa relacao sem Amor, mas e preciso confianca, companheirismo, partilha, sacrificio, fe, pensamento positivo, muito pensamento positivo!!!!
Bem, so resta esperar e ver ate onde a situacao nos vai levar, com esperanca de que o caminho tortuoso que escolhi, me traga a felicidade eterna...

2 comments:

Marta da Cunha e Castro said...

Por amor vale sempre a pena tentar ir onde nunca imaginámos, e é nele que vamos buscar as forças que nunca pensámos ter... Tudo vale no amor porque no fim o amor vale tudo. E por ele vale a pena fazer sacrificios. Não podemos é deixar de acreditar.
Agora se ele só por isso é suficiente... aí tristemente terei de dizer que não. Já houve uma altura em que acreditava que sim, mas com o passar do tempo ganha-se alguma maturidade e perde-se a inocência, vê-se as coisas como realmente são...apesar de desejarmos que sejam diferentes. Como diz a minha mãe "Amor e uma cabana é só aos 18anos".

aux pays des merveilles said...

O Amor que sinto, tem na minha vida grande importancia, mas tal como a tua mae diz, Amor e uma cabana so mmo qdo somos novos, dps as coisas mudam...
Brigada plo carinho.

Beijos